É difícil ensinar ao ser humano como viver, porque realmente não há fórmula.
Mas existem certas sugestões para não seguirem certos caminhos, como: não siga uma vida materialista, não seja consumista, egoísta, etc. Assim como o contrário, seja bom, honesto, sem preconceitos, e por aí vai.

Bom, este texto é uma reflexão sobre como certos prazeres regem a vida da maioria das pessoas, e uma sugestão para você não continuar preso e nem refém desse processo.

Podemos perceber que hoje, grande parte das pessoas vivem em busca de bem-estar e prazer.
Comemos para nos sentir bem, fazemos atividades físicas para relaxarmos, compramos coisas para sentirmos felizes, fazemos sexo para sentir bem-estar, viajamos para nos sentir satisfeitos, bebemos para ficarmos eufóricos, paqueramos para sentir auto-estima, consequentemente ficar bem, assim por diante.

Mas o que tudo isso tem em comum?
O prazer ( bem-estar ) que não é nada mais nada menos que impulsos nervosos e reações químicas liberadas pelo seu corpo. O neurotransmissor mais conhecido responsável por esse trabalho é a Endorfina. ( Existem muitos textos explicando seu funcionamento. https://pt.wikipedia.org/wiki/Endorfina )

Mas não posso mais sentir prazer?
Sim, claro que pode. Ele sempre vai estar lá. O que estou sugerindo é para não fazer atividades baseadas nessa recompensa e nem faça disso uma motivação.
O problema é que muita gente relaciona isso, com a felicidade, se sentir completo e satisfeito.

Não tendo prazer constantemente, a pessoa se sente triste, infeliz,sempre precisando mais para sentir o prazer novamente. Precisa comer mais, precisa beber mais, consumir mais, trabalhar mais, viajar mais, etc... E acaba virando refém dessa sensação, porque precisa SENTIR o prazer para viver.

Muitas atividades que fazemos QUASE não tem sentido se formos pensar pelo lado sem o prazer.
- Ingestão de bebidas açucaradas ou bebidas alcoólicas leve ao moderado. Para que prejudicar o seu corpo sem necessidade?
- Sexo descontrolado; ( isso pode parecer radical, mas em termos biológicos sexo é somente para reprodução, * não é à toa que exista tanto estupro, traições, prostituição, por essa falta de controle. Certos males como a prostituição, drogas só existem porque há procura, e essa procura está relacionado a isso. Com isso, existe uma série de maldades para alimentar esses males: tráfico de mulheres para serem escravas sexuais, crianças trabalhando no tráfico de drogas; Tudo isso converge para a falta de controle do prazer )
- Comer alimentos doces ( chocolate ), comer até se entupir, etc; Por que correr o risco de ficar obeso ou ter alguma complicação de saúde?
- Ficar jogando computador o dia inteiro, entre outras infinitas atividades.

Isso torna você um refém, que precisa disso para viver, para se sentir bem. Mas você não passa de mais um viciado, como qualquer drogado que a maioria das pessoas condena.

Resumidamente, as pessoas são reféns/viciadas nas coisas e fazem as ações mais pelo impulso/desejo do por que necessidade, tudo pela busca da sensação.

Uma observação: meditação e respiração também liberam tanta endorfina como essas atividades acima, consequentemente o bem-estar.

Concluindo, o mundo em que vivemos hoje ,está um caos devido a essa falta de controle de emoções e dos prazeres. Não precisamos nos transformar em robôs , mas achar um equilíbrio mental.
Sugestão : faça as atividades sem desejar sentir prazer, faça simplesmente pelo objetivo, porque você gosta mas sem esperar a sensação, porque se um dia você não exercer mais, não sentirá falta, não passará por abstinência (ficará triste), ou precisará compensar com outra atividade.
Ele sempre vai estar lá, não se transforme em um dependente do mesmo.
Desapegue. Como disse numa outra postagem, isso não é felicidade ( http://www.compartilhecomalguem.com.br/noticia.seam?id=37 ).
Minha opinião, viver é simplesmente desenvolver a evolução intelectual e moral (Caridade, amar ao próximo, etc...).